A mudança começa dentro da pessoa

20/09/13 09:00
 
Imprimir esta pagina
Texto 
A mudança começa dentro da pessoa

Indicado ao Top of Mind Estadão de RH, na categoria palestrante, durante oito anos e considerado um dos palestrantes mais requisitados do país, Prof. Gretz acredita que o caminho do sucesso é a felicidade. O palestrante fala um pouco sobre a carreira e o novo livro, “Sustentabilidade da Alma”, em que ele discorre sobre a importância de cuidar de si mesmo, antes de cuidar do meio ambiente, e como as empresas são importantes nesse processo.

Quais foram as suas inspirações para escrever o livro? Por que esse tema? 
Eu percebo que as empresas têm preocupação em parecerem verdes, mas o ambiente de trabalho é esquecido. Se não houver uma mudança dentro da pessoa, nada muda. Então quando eu falo em sustentabilidade da alma, é na verdade as atitudes e as maneiras que a pessoa se comporta. Eu acredito que uma pessoa só vai cuidar bem do meio ambiente, quando ela tem foco, amizade, serenidade, simplicidade, entre tantas outras coisas. Ou seja, esse livro mostra que tudo começa dentro de nós. O equilíbrio do meio ambiente depende da felicidade e do equilíbrio da pessoa.

Considerado pela Revista Exame um dos palestrantes mais solicitados pelas empresas, como você faz para se preparar para as palestras? 
Eu faço palestras há mais de 30 anos, já são mais de cinco mil palestras em grandes empresas e eventos fechados. Hoje eu tenho como clientes, mais de 3 mil empresas. Então quando sou solicitado para uma palestra, eu vou preparado. Eu me preocupo com o que vou falar e com o que vou fazer, sempre me concentro no meu cliente e escuto o que o ele quer. Abordo tópicos que são interessantes para o requisitado, então eu sei o que tenho que falar e o que eu vou fazer.

Quais são as suas motivações? 
Eu gosto do que faço. Eu não comecei a fazer palestra por causa de dinheiro, eu tenho o dom de me comunicar, e eu sei disso porque as pessoas me ouvem, eu recebo um bom feedback. Tudo o que eu faço, faço com o coração. Eu nunca tive preguiça de fazer nada. A fórmula do sucesso é gostar do que faz. Isso me lembra uma frase que a atriz Fernanda Montenegro disse uma vez, ‘quem gosta do que faz não precisa de hobby’. Quando a pessoa trabalha em cima do talento, ela é boa no que faz.

Você acredita que a sua experiência como feirante e agricultor é refletida no seu sucesso hoje? 
Ter tido essa experiência, me mostra que eu conheço o outro lado da vida. Eu sei o que é ser humilde. Então, até no tratamento do cliente eu penso. Todas as minhas experiências de vida, seja vendendo uva de porta em porta, na feira, ou mesmo na Volkswagen do Brasil, tudo isso foi somado ao meu conhecimento. Então tudo o que eu falo nas palestras é sobre o que eu vivi, posso falar com credibilidade.

De João Roberto Gretz para Prof. Gretz. Como e por que você ficou conhecido dessa forma?
Minha professora do primário só me chamava de Gretz, nunca foi João Roberto. Então quando eu fui pra São Paulo, para aprimorar os meus estudos e me tornei professor, falava pras pessoas me chamarem de Professor Gretz. Eu escolhi esse título porque não é uma coisa que gera ciúmes, na minha concepção é um título humilde. Tanto que quando as pessoas que eu já apresentei palestra me encontram, elas me chamam de professor. Nem Gretz eles falam.

Por que o cabelo colorido? 
Assim como as experiências que eu tive em outros empregos me possibilitaram conhecimento, elas também foram estressantes. E por isso, eu fiquei com os cabelos brancos muito cedo. E era um branco amarelado, eu não gostava daquilo. Para tirar aquela cor, eu comecei a passar um produto, só que se ele ficar muito tempo em contato com o cabelo, ele fica azul. Eu gostei. Por isso ficou assim, eu me gosto assim. Tudo bem que tem ter coragem e bom humor porque as pessoas dão risada, mas eu me divirto com isso.



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas