Carreira verde

31/01/12 17:51
 
Imprimir esta pagina
Texto 

  • Conheça o movimento que traz a sustentabilidade para dentro da corporação

    Responsabilidade ambiental deixou de ser assunto da grande cúpula da corporação. A preocupação com assuntos sustentáveis desceu os degraus da companhia e já atinge a maior parte dos colaboradores de grandes empresas.

    Diante desde cenário, a chamada carreira sustentável ou carreira verde ganha destaque e passa a contar também no recrutamento de algumas empresas. A especialista em RH Adriana Castilho afirma que “ter uma carreira sustentável é transpor os conceitos de uma empresa responsável, ou seja, promover um equilíbrio mental e ambiental no próprio cotidiano. A realidade atual diz que o profissional deve cuidar da sua própria carreira, mas em sintonia com os valores éticos, as crenças e a missão da companhia para a qual está trabalhando e, mais que isso, mantendo a estabilidade emocional".

    Ainda que muitos acreditem que se trata de um conceito da moda, a conscientização é a grande responsável por essa nova visão corporativa. Porém, as empresas ainda encontram dificuldades em reeducar suas equipes e conscientizar profissionais que nunca se preocuparam com estas questões. Sendo assim, a chegada de colaboradores que atendam a este perfil é cada vez mais exigida e desejada pelas organizações.

    Para Adriana, é preciso mais do que apenas ser bom naquilo que faz.

  • SUSTENTABILIDADE_plant.jpg

    “Essas pessoas têm de priorizar a sintonia entre seus valores pessoais e os da empresa, manter a estabilidade emocional, desenvolver o papel de liderança, ser capaz de adaptar-se a novas culturas, e ter enorme capacidade de adaptação”, enumera.

    Os desafios do profissional sustentável incluem pensar e agir em um contexto global, ampliando o propósito das corporações para além dos resultados financeiros e evidenciando a ética. Já para as empresas, a meta será valorizar as pessoas por meio da retenção de talentos.

    Sustentabilidade em prática

  • O HSBC é uma das empresas que já adotou as práticas de sustentabilidade no cotidiano dos seus funcionários. Visitas ao Centro Climático, que fica localizado no litoral do Paraná, é uma das medidas que resultaram em um projeto de conscientização que afeta o dia a dia de todos os funcionários, como a redução do uso de copos plásticos.

    Para a instituição financeira, disseminar a consciência ambiental é a condição para quem passa este tempo no Centro Climático, que em 2009 deverá ter mais de 400 funcionários latino-americanos selecionados pela instituição. Além do Brasil, há unidades na China, na Índia, nos Estados Unidos e na Inglaterra, que treinam 2 400 pessoas por ano. O tema sustentabilidade faz cada vez mais parte do mundo corporativo e vai afetar a carreira de todos os profissionais.

    A preocupação vem de baixo

    Por ser um conceito recente, os mais jovens parecem ter entendido a missão com maior facilidade. Segundo a pesquisa Global Student Study, realizada pela área de consultoria da IBM, a Geração Y está mais preocupada e comprometida com a globalização e sustentabilidade do que os CEOs.

    Enquanto 31% dos presidentes acreditam que as empresas deveriam otimizar suas operações globalizando e não centralizando suas ações, entre os estudantes esse número sobe para 48%. Os estudantes também citaram questões ambientais como uma das principais

  • forças externas de impacto aos negócios. Enquanto 65% deles demonstram preocupação relacionada à escassez de recursos naturais, apenas 29% dos CEOs se mostraram atentos a esse fator. Parece que os grandes líderes também precisam aprender com quem está chegando.



  • Envie seu comentário

    AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




    Contador de páginas