Por Raissa Fernanda em
8 de novembro de 2017
Blog > Cultura > Realidade mista: quando real e virtual se confundem

Realidade mista: quando real e virtual se confundem

Por Raissa Fernanda em 8 de novembro de 2017

A realidade virtual tem mudado a maneira como lidamos com os processos da vida cotidiana pessoal e profissional. O ritmo acelerado dessa inovação mostra que, em breve, real e virtual não serão mais separados pela fronteira que imaginamos.

Os números explicam isso: a tecnologia, que já tem cerca de 90 milhões de usuários, deve chegar aos 180 milhões até ano que vem.

Mas você deve estar se perguntando como a realidade mista é possível. Ela acontece quando a realidade virtual une a transmissão de informação e a vivência em um único aparato tecnológico. Nada melhor para aprender algo novo, não é mesmo?

Por isso, a realidade virtual tem sido usada como item didático, chegando ao mundo corporativo em forma de treinamento. Dessa forma, a gestão de pessoas pode se beneficiar de várias maneiras, como detalharemos a seguir:

Mundo corporativo com realidade virtual

Melhorar os processos de recursos humanos é um desafio diário para quem está à frente da área. Talvez a resposta esteja na inovação. Afinal, a simulação de situações reais pode ser incluída em qualquer momento – da contratação à reciclagem de conhecimento.

É possível reduzir certas complexidades existentes no recrutamento. Por exemplo: as entrevistas podem ser agilizadas utilizando realidade virtual. Além disso, o espaço disponível não importa. Um candidato pode ser entrevistado à distância, otimizando recursos e tempo.

Em um segundo momento, quando é necessário treinar os colaboradores, podemos ver a realidade mista aplicada. É possível criar simuladores para testar e preparar os funcionários a diferentes realidades do trabalho, como:

  • Simular a recepção e o atendimento a um cliente;
  • Avaliar o desempenho em uma reunião de negócios;
  • Mostrar o ambiente de todas as unidades da empresa,
  • Identificar uma fobia real do candidato.

Treinamento virtual é real

Já existem empresas que adotaram de vez a realidade virtual no treinamento de pessoas. Uma delas é a rede americana de supermercados Walmart. Nos Estados Unidos, a tecnologia já está consolidada, eliminando a barreira entre real e virtual.

Os funcionários contratados pela rede assistem a vídeos gravados em 360° para aprender como as tarefas deverão ser executadas. A ferramenta serve ainda para avaliar a desenvoltura dos candidatos aprovados para atendimento ao consumidor.

A inovação também é aplicada desde o ano passado pela brasileira Gerdau. Os funcionários responsáveis pela manutenção da caldeiraria foram treinados com realidade virtual.

Um simulador em formato de jogo mostra diferentes situações reais relacionadas à segurança no trabalho. No final, o colaborador recebe um feedback e uma pontuação.

As reuniões entre colaboradores e diretores que estão distantes também se beneficiam. As videoconferências estão cada vez mais avançadas, fazendo com que virtual e real se confundam.

Isso porque a conversa é livre de interferência e o ambiente pode ser apresentado de maneira realística, como se fosse presencial!

Claro que a empatia entre as pessoas nunca dará lugar à realidade virtual. Mas o grande segredo do sucesso da realidade mista é a junção de dois elementos importantes que estão entre virtual e real: a tecnologia e o comportamento humano.

Esperamos que o artigo tenha ajudado você a ter o insight que precisava neste momento. Depois, conta para a gente nos comentários qual foi a inovação que envolve real e virtual aplicada na sua empresa, ok? Até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se inscreva no Blog da Ticket

Junte-se aos seguidores da Ticket! Se increva em nosso blog e receba os
últimos artigos em sua caixa de e-mail.
Siga:

Mais lidos no blog

Publicidade:
Política de Privacidade