Por Raissa Fernanda em
7 de agosto de 2018
Blog > Sustentabilidade> Ativismo: uma nova era para empresas que desejam fazer a diferença

Ativismo: uma nova era para empresas que desejam fazer a diferença

Raissa

O ativismo é uma nova era para as empresas. As companhias que fazem diferença são agentes que transformam a sociedade. Elas não querem apenas criar empregos, pagar impostos ou gerar riquezas: desejam mudar o mundo!

Mas você realmente sabe o que é ativismo e como tornar uma empresa capaz de mudar a sociedade? Neste post, falaremos um pouco sobre isso.

Se você quer conhecer um pouco mais sobre o assunto, continue a leitura e veja o quanto o ativismo pode ser importante para o empreendedorismo.

O que é o ativismo para as empresas?

O ativismo nada mais é do que você fazer algo que mudará a sociedade. Exemplos disso são empresas que promovem ações sustentáveis capazes de recuperar o ambiente ou que expressam suas opiniões sobre assuntos que fazem a sociedade refletir, como a intolerância religiosa ou os direitos dos homossexuais.

Empresas ativistas são aquelas que enxergam além do lucro. Elas têm consciência do seu papel na sociedade e sabem que podem lutar por um mundo melhor.

São organizações que geram valor de verdade para seus consumidores e para as comunidades onde atuam. Também são agentes de transformação!

Quer ver um exemplo? Uma empresa ativista pode muito bem usar as redes sociais para fazer você refletir sobre a corrupção no Brasil. Pode ser com um gif ou uma arte. Ela usa o ativismo de forma inteligente e faz você pensar sobre um assunto que está em pauta.

O que é Empresa B?

Empresas B são organizações que usam seu poder para enfrentar problemas sociais. Elas têm uma visão ampliada do que é ser sustentável.

Um exemplo seria a Guayaki, uma fabricante de bebidas que inclui no seu core business a regeneração do ecossistema em que atua – no caso, a Mata Atlântica.

Essa empresa ainda reconstitui as comunidades que dependem da floresta de onde é extraído seu principal insumo, a erva mate.

Também há empresas como a Crepes & Waffle, uma multinacional de restaurantes colombiana que foi criada para inserir mães solteiras no mercado de trabalho.

Só para você ter uma ideia, em 53 países há mais de 2300 Empresas B. Somente no Brasil existem 102 delas. Essas companhias são verdadeiros exemplos de como aplicar o ativismo social e transformar a sociedade.

Por que o ativismo conquista as pessoas?

Quem procura ter uma empresa ativista quer mais do que ganhar dinheiro. Deseja, na verdade, construir a história. A motivação dessas pessoas está focada na vontade de transformar a sociedade e fazer algo em benefício do próximo.

As emoções, os anseios e a transcendência é o que move um ativista. É como se você pensasse: “como eu quero ser lembrado daqui 200 anos? O que deixarei além do emprego, dos impostos pagos e dos produtos e serviços que ofereci às pessoas?”.

As empresas ativistas querem ser lembradas. Seja por desenvolverem campanhas como a de combate ao câncer de mama ou apoiarem uma causa como a de não fazer testes em animais.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre ativismo, que tal apoiar uma causa e fazer a diferença em sua comunidade? Faça parte da história e colabore com uma sociedade melhor!

Gostou? Então, compartilhe o nosso post em seu Linkedln!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se inscreva no Blog da Ticket

Junte-se aos seguidores da Ticket! Se increva em nosso blog e receba os
últimos artigos em sua caixa de e-mail.
Política de Privacidade