Por Raissa Fernanda em
7 de agosto de 2018
Blog > Mobilidade Urbana> Por que o setor de Recursos Humanos precisa acompanhar a mobilidade urbana?

Por que o setor de Recursos Humanos precisa acompanhar a mobilidade urbana?

Raissa

Você sabia que a iniciativa privada também tem um papel importante para resolver o problema da mobilidade urbana? A atenção do setor de Recursos Humanos pode ser boa para os colaboradores, para a empresa e para a cidade!

Quando as empresas implementam soluções de transporte por meio da área de Recursos Humanos para reduzir o uso individual do carro nas viagens até o trabalho, elas ajudam na mobilidade urbana e melhoram a qualidade de vida dos seus colaboradores. Também aumentam sua produtividade.

Ficou curioso em relação a esse assunto? Então, acompanhe a leitura!

Por que o setor de Recursos Humanos precisa acompanhar a mobilidade urbana?

Ainda hoje, 60% dos deslocamentos nas cidades brasileiras são realizados para o trabalho. A cada ano, as pessoas perdem até 15 dias nesse trajeto. O setor de transportes é o grande responsável por emitir, em média, 60% dos gases poluentes nas cidades.

Esses números indicam que os problemas relacionados à mobilidade urbana não podem ser apenas dos governos; eles também devem ser pensados pelas empresas.

Portanto, para tornar uma cidade sustentável e melhor para se viver, é preciso que o setor de Recursos Humanos acompanhe a mobilidade urbana. Ou seja, é necessário promover ações de conscientização junto aos colaboradores para que eles possam ver que também são importantes.

A partir do momento que os profissionais da sua empresa saem de casa para trabalhar de automóvel, eles tornam o trânsito mais “tenso”, ou seja, colaboram para engarrafamentos. No entanto, se os colaboradores vão para o trabalho de bicicleta ou usam benefícios para seguir viagem em um coletivo, é possível reduzir os congestionamentos, já que serão menos automóveis nas ruas.

Portanto, você que é responsável pela área de Recursos Humanos deve incentivar seus colaboradores a pensarem um pouco mais na mobilidade urbana para que eles entendam que fazem parte desse processo.

Como o trabalho da área de Recursos Humanos com a mobilidade urbana pode ser bom para toda a cidade?

As empresas não podem determinar como as pessoas devem se deslocar até o local de trabalho, certo? No entanto, os benefícios de transporte que elas oferecem aos colaboradores influenciam nas escolhas.

Se uma organização implementa ações que incentivam a carona e o transporte coletivo, ela mostra que tem responsabilidade social em relação à mobilidade urbana e isso beneficia a qualidade de vida dos profissionais.

Só para você ter ideia, uma pesquisa realizada pela Delloite mostrou que os novos profissionais que atuam no mercado têm seu trabalho pautado no maior propósito da empresa. Esses colaboradores cobram mudanças, especialmente relacionadas ao ambiente.

Essa geração demonstra que está menos interessada no automóvel. Assim, os tradicionais benefícios de transporte perdem espaço para os incentivos à mobilidade sustentável e à flexibilidade.

Portanto, quando uma empresa adota um Plano de Mobilidade Corporativa e setor de Recursos Humanos se envolve nessa ação, transforma um simples projeto em uma solução criativa e inovadora que coloca o transporte sustentável como uma prioridade.

Além disso, a organização que presta atenção na mobilidade aumenta a produtividade dos profissionais e colabora para um clima melhor dentro da própria empresa.

Esses planos ainda podem ser incorporados como parte da política ambiental da companhia – ou seja, na ISO 14001 e nas diretrizes de responsabilidade social –, além de contribuírem para que os governos atinjam as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Conheça o Portal Mobilize

O Portal Mobilize é um site que traz notícias, estudos, estatísticas, fotos, vídeos, mapas e campanhas relacionados à mobilidade urbana sustentável. Foi criado pela Associação Abaporu, uma organização sem fins lucrativos fundada em 2003 que atua nas áreas de educação, cultura e cidadania.

Entretanto, o principal objetivo do site é contribuir para a melhoria da mobilidade urbana e a qualidade de vida nas cidades brasileiras. A ideia dos organizadores é que elas se tornem mais humanas e democráticas, com um transporte público de qualidade, mais estrutura cicloviária e calçadas acessíveis, gerando, assim, menos acidentes e um ar mais limpo.

O infográfico produzido pelo Portal Mobilize pode servir para você acompanhar a mobilidade urbana em sua cidade. Ele traz informações das principais capitais do país, como São Paulo, por exemplo.

Na capital paulista, os ônibus municipais acessíveis para as pessoas com deficiência são 43,6%.

A extensão de vias adequadas ao trânsito bicicletas em relação à extensão do sistema viário é de 0,39%. Quanto à tarifa de ônibus, a razão entre a renda mensal e a tarifa simples é 596. Já o valor é R$ 4,00.

A cidade ainda possui 69,8 km de ciclovias e 119,7 km de ciclofaixas e uma população de mais de 11 milhões de pessoas.

Agora que você já sabe porque o setor de Recursos Humanos precisa acompanhar a mobilidade urbana, poderá sugerir algumas ações que contribuem para essa mobilidade. Dessa maneira, envolverá seus colaboradores e fará com que eles se sintam felizes.

Gostou do nosso post? Compartilhe-o em suas redes sociais e deixe seus amigos bem informados sobre esse assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se inscreva no Blog da Ticket

Junte-se aos seguidores da Ticket! Se increva em nosso blog e receba os
últimos artigos em sua caixa de e-mail.
Política de Privacidade