Blog > Gestão Financeira> Aprenda a usar os benefícios corporativos como um diferencial competitivo!

Aprenda a usar os benefícios corporativos como um diferencial competitivo!

Entenda como os benefícios corporativos podem ser um diferencial competitivo para o seu negócio e para a retenção de talentos.
Aline

Aprenda a usar os benefícios corporativos como um diferencial competitivo!

 

Os benefícios corporativos obrigatórios já estão consolidados nas empresas brasileiras. No entanto, existem diversas opções facultativas que podem ser usadas de benefícios corporativos como um diferencial competitivo para reter talentos, motivar a equipe e aumentar a produtividade.

Os colaboradores valorizam as organizações que oferecem uma lista de benefícios diversa e não apenas o “pacote básico”. Isso porque, a partir do momento que um talento procura uma empresa, ele procura estar protegido nos aspectos básicos e ainda dar um salto em sua qualidade de vida. 

Você não pode ficar no padrão transporte, férias, décimo terceiro e FGTS, protegidos pela lei. Para ter os melhores profissionais, você tem que dar as melhores condições. Ele tem que ter incentivo à cultura, a saúde precisa estar resguardada, sua condição física incentivada, alimentação bem cuidada.

 

Conheça todas as condições e ofertas de benefícios corporativos da Ticket!

 

Uma pessoa que cuida de todos os seus aspectos pessoais – com o apoio de seu empregador -, foca no que importa no ambiente de trabalho. Entrega mais resultados. Se sente mais feliz onde está. Você evita alta rotatividade entre o seu time e, como consequência, o entrosamento é maior. As pessoas se sentem mais em casa. Esse é o pilar da gestão de pessoas.

De olho nisso, montamos essa matéria, para você entender como os benefícios corporativos podem ser um diferencial competitivo na sua empresa!

 

Benefícios corporativos obrigatório

Todo colaborador registrado tem direito a alguns benefícios previstos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Alguns dos benefícios corporativos que a empresa é obrigada a conceder aos seus trabalhadores são auxílio transporte, décimo terceiro salário, fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS), licença maternidade e contribuição ao INSS.

O auxílio transporte, ao contrário dos outros vales, é obrigatório. Isso porque a empresa deve arcar com o deslocamento de seus colaboradores até o serviço. A Lei nº 7.418/85, que estabelece as diretrizes desse benefício, ainda diz que não precisa ser pago caso a empresa ofereça o transporte necessário para que a pessoa se desloque. A ideia é que seja fornecida as condições necessárias para que a pessoa possa ir trabalhar.

O décimo terceiro salário é um salário adicional, pago de forma proporcional aos meses trabalhados no ano. O FGTS é uma contribuição mensal da empresa, equivalente a 8% da remuneração do colaborador, com o objetivo de protegê-lo em caso de demissão sem justa causa, custeio de tratamentos e financiamentos de moradia. Trata-se de uma reserva financeira para momentos de dificuldade.

A licença-maternidade garante que a funcionária que terá um filho se afaste do serviço por até 120 dias sem prejudicar o seu emprego e o seu salário. O INSS é uma contribuição mensal para a Previdência Social, que é descontada do seu salário.

 

Benefícios corporativos facultativos

Como os benefícios corporativos obrigatórios são oferecidos por todos, as empresas devem investir em opções facultativas como uma forma de atrair as melhores pessoas para o trabalho. Isso porque aqui é uma vantagem competitiva. É quando a empresa irá saltar aos olhos. Enquanto possuímos alguns benefícios facultativos que já são amplamente adotados, como o auxílio alimentação, outros aparecem como um verdadeiro diferencial.

Se partirmos da lógica de que nossos colaboradores precisam estar com todos seus aspectos básicos da vida protegidos, e além, incentivados a melhorarem sua qualidade de vida, a equação é de plantar para colher. Vemos resultados claros de maiores índices de engajamento e produtividade. 

Existem diversos benefícios que a empresa pode adotar. Como falamos, o auxílio alimentação é um dos benefícios mais comuns, não tampouco atraentes, para o colaborador, permitindo a realização de compra de alimentos diretamente em supermercados, açougues, mercearias, padarias. Costuma ser muito valorizado por ser um benefício que se estende para a família. O auxílio refeição é outro exemplo muito procurado, pois, apesar de ser utilizado apenas para refeições, facilita a alimentação no dia a dia.

Outros benefícios facultativos, considerados como diferencial competitivo, são os benefícios saúde e a previdência privada. Eles ajudam o colaborador com questões essenciais de saúde e segurança financeira para sua família.

Investir na qualidade de vida dos profissionais também é uma ótima estratégia. Parcerias com academias e serviços de prevenção, como exercícios laborais e massagens terapêuticas, oferecidas no próprio ambiente da empresa, promovem a saúde e o bem-estar das pessoas.

Outra opção interessante é a flexibilização dos horários de trabalho. Além de gerar atrasos, o trânsito da cidade contribui para o aumento do estresse nos colaboradores. Flexibilizar os horários de chegada e saída ou promover o home office, além de ser um investimento no bem-estar, mostra que a empresa respeita e confia em seus profissionais.

 

O diferencial competitivo dos benefícios facultativos

As pessoas não estão em uma empresa somente em função do cargo ou do salário. Elas buscam uma cultura em que estejam bem cuidadas e inseridas. Que se encontrem entrosadas, mas mais do que tudo isso, que encontrem maneiras de ampliar o seu nível de qualidade de vida. Que consiga cuidar do seu pessoal, para focar no profissional com condições devidas.

Se uma empresa tem condições e não está oferecendo os benefícios obrigatórios ou acha que eles são o suficiente para um colaborador se sentir protegido, é preciso rever os conceitos de cultura. Ela não está buscando a excelência.

 

Saiba como os benefícios corporativos podem catapultar o engajamento dos seus funcionários e te trazer mais resultados!

 

É por isso que os benefícios facultativos são um diferencial competitivo. Porque o básico é garantido por lei universalmente. Quem não está fazendo não está cumprindo com a lei. Oferecer algo além, nos moldes que forem precisos, para mostrar empatia e cuidado, influencia diretamente em contratações, redução de rotatividade e retenção de talentos.

Benefícios é uma parte de um conjunto de práticas de gestão

Além de atender os direitos básicos dos colaboradores, a escolha correta dos benefícios facultativos pode resultar em um sentimento de lealdade e pertencimento, refletindo em maior motivação, melhor desempenho e mais engajamento.

A adoção correta dos benefícios facultativos pela empresa pode gerar um grande diferencial competitivo no mercado, fazendo com que ela seja reconhecida como um ótimo local para se trabalhar.

Assim, atrairá os melhores candidatos para suas vagas, além de criar um ambiente onde o colaborador se sente valorizado e acolhido. Consequentemente, há maior motivação e produtividade, contribuindo para a competitividade da empresa.

Lembre-se que profissionais saudáveis ​​usam menos dias de licença saúde, são mais produtivos e mais propensos a fazer amizade com colegas de trabalho, melhorando o trabalho em equipe.

Benefícios corporativos: como contratar

Contratar as soluções Ticket é muito simples. 

Basta acessar esse link, fazer a simulação, completar o cadastro, e começar a receber o benefício na empresa. 

Se você também tem interesse em saber mais sobre porque contratar uma empresa de benefícios corporativos de credibilidade, não deixe de ler esse artigo

 

Tem interesse em incluir benefícios corporativos no seu planejamento de gestão de pessoas? Faça já uma simulação!

Usamos cookies para obter informações estatísticas, melhorar sua experiência de navegação e para personalizar conteúdos e anúncios. Para mais informações, acesse nossa Central de Privacidade.